Contra a ruína da nossa democracia e a destruição das nossas instituições, precisamos resistir aos atentados já em marcha. Paulo Bomfim, poeta maior, afirmou que amava tanto a liberdade que “gostaria de ter filhos com ela”. Todos nós a amamos, não sabemos bem como defini-la, mas...

É necessário que reconheçamos as nossas virtudes e as nossas mazelas, mas sem nos considerarmos inferiores. Chegou a hora e não podemos permitir que se torne uma hora tardia. O ano eleitoral nos possibilita uma análise de quem somos, de quem fomos e do que queremos...

O ódio poderá transformar a sociedade brasileira numa congregação de impiedosos lobos que irão devorar uns aos outros. Vivemos um angustiante momento como nação, como sociedade e como cidadãos. Instituições nacionais em risco. Sociedade à beira da convulsão. Cidadania ameaçada nos seus direitos. As angústias variam...

O presidente do STF passou a ter poder de soltar e prender quem bem entende em território nacional O somatório de premissas verdadeiras nem sempre conduz a uma conclusão válida. Este é o caso do artigo subscrito pelo procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Sul, Caso Kiss:...

Por Sérgio Alvarenga O ex-Juiz, ex-Ministro da Justiça, hoje pré-candidato à Presidência da República, Sérgio Moro, tem adotado, em seus discursos de campanha, duras críticas ao STF. Afirma que as anulações das condenações da Lavajato, em especial as de seu provável adversário, o ex-Presidente Lula, seriam...

Por Gustavo Gasparoto Não é necessário despender muito tempo e esforço para encontrar projetos de lei que visam ao enrijecimento dos mecanismos de repressão, bem como à supressão de direitos e garantias constitucionais – como exemplos: acabar com as progressões de regime; aumentar o tempo máximo...

A banalidade do mal é o subtítulo de uma obra de Hannah Arendt que reúne várias reportagens a respeito do julgamento do criminoso de guerra Adolf Eichmann, um dos responsáveis pelo extermínio dos judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Após ter sido capturado em Buenos Aires, no ano...

Pensava-se que após o 7 de setembro nosso mandatário mudaria de plumagem. Ledo engano. De início, peço desculpas aos belos pássaros da nossa fauna, pois neste texto serão comparados com quem emite sons na forma de palavras que não honram a beleza do canto das nossas...

Por Antonio Cláudio Mariz de Oliveira Todos a querem para si, mas poucos a reconhecem também como um direito do outro. Querem-na na exata medida de sua vontade, de suas pretensões, pouco se importando com a liberdade alheia. Poucos a entendem e uma mínima parcela a...

Por Antonio Cláudio Mariz de Oliveira Sr. presidente da Câmara, não passe à História como cúmplice do pior governo. O homem, quando se vê diante de uma situação que o obrigue a tomar uma decisão, ou a toma ou simplesmente se omite. É evidente que se optar...